Quem está ou já esteve deste lado do ecrã, sabe o quão difícil é conseguir apanhar o novelo dos novos lançamentos e chegar ao final da semana com todas as pontas rematadas e arrumadas nas suas respectivas gavetas. Quando se fala de vídeos, a questão toma proporções ainda maiores. Por isso, não é difícil negligenciarem-se alguns momentos imperdíveis, que só lá mais para o final do ano se se dá conta que afinal aconteceram.

Por isso, entre narrativas construídas em estúdio, as já tão familiares sessões em ambiente radiofónico e apresentações ao vivo nos mais variadíssimos contextos, esta é a história dos melhores vídeos dos primeiros sete dias do ano. Aqui, as 7 canções da semana.

01. Julien Baker – Turn Out The Lights (Live)

Julien Baker chegou em muito pouco tempo ao trono da melancolia suprema com uma guitarra cândida e melodias sinceras que desenham histórias de solidão, ansiedade e o final da vida. A subida aos palcos da televisão norte-americana transformou o tema-título do último disco num momento absolutamente memorável. (artigo completo)

02. Whales – Ghost

Uma magnífica concepção visual vinda da mente criativa da Casota Collective e uma dissertação sobre a vitória do medo. Os leirienses lançam este ano o há muito esperado registo de estreia pela Omnichord Records, ainda sem data marcada no calendário para soltar o coro de sintetizadores por aí.

(artigo completo)

03. Titus Andronicus – Number One (In New York)

Sim, sabemos que são 10 minutos e ninguém tem esse tempo. Mas quem gosta de cinema e construções visuais com travo a whiskey , vê no vídeo que traz o single de avanço de Titus Andronicus para o novo álbum um épico. Os Titus regressam mais suavizadom, mas sem perder a rugosidade no som. (artigo completo)

04. The National – Carin at the Liquor Store (Live)

Os The National aliaram-se a uma causa nobre e foram ao Sofar Sounds de Edimburgo tocar um dos temas do seu último registo com a missão de reunir fundos de apoio a refugiados para o projecto Give A Home da Amnistia Internacional. O resultado foi uma apresentação particularmente emocional para “Carin at the Liquor Store. (artigo completo)

05. Sonny Smith & Angel Olsen – Burnin’ Up

Sobre partidas, recomeços, cassetes áudio, regar o passado a gasolina, deitar-lhe fogo e longas noites estrada fora. O relato visual do líder dos Sonny And The Sunsets para “Burnin’ Up” leva de viagem todas as expectativas de uma nova vida nos lábios de Angel Olsen. Tudo muito bem sublinhado com o mesmo tom retro e inocente de Dan Auerbach a solo, o que não se estranha, já que o norte-americano produziu o disco. (artigo completo)

06. Father John Misty – I Love You Honeybear (Live)

Não existe alma que viva debaixo das estrelas e que se rodeie de folk que nunca tenha tomado o pulso à veia cínica e humorística de J. Tillman. Se a lírica é um regalo, as actuações ao vivo do ex-Fleet Foxes não se fazem por menos, com Father John Misty a apresentar um grandioso “I Love You, Honeybear” no festival Austin City Limits.

(artigo completo)

07. First Aid Kit – Fireworks

Por falar em folk, as suecas Johanna e Klara trocaram momentaneamente o som dos grilos e o cheiro a feno beijado pelo sol por uma deliciosa canção embrulhada em ambiências vintage e visualizada num encantador vídeo para o próximo disco que chega dentro de poucos dias. (artigo completo)