A cinematografia da semana que passou focou-se em questões existenciais em alguns casos e em elementos intrínsecos à própria existência, tocou nas franjas da realidade e mergulhou em surrealismo, levou-nos até ao Japão e contou-nos histórias orientais, e até nos ensinou a construir o nosso próprio mundo… sem nunca fazer esquecer que as representações visuais também se querem divertidas.

01. Charlotte Gainsbourg – I’m A Lie

Como se já não bastasse Charlotte Gainsbourg ter decorado o ano passado com mais um disco cortante e arrepiante numa discografia que se torna cada vez mais obrigatória, os vídeos que tem realizado não lhe ficam nada atrás: autênticas obras-primas cinematográficas representativas de um surrealismo com uma ponta de trágico, o novo vídeo para “I’m A Lie” é mais uma incursão autêntica pelo fascinante mundo da franco-britânica. (artigo completo)

02. Jack White – Connected By Love

Jack White, o eterno comandante dos White Stripes, regressou na semana passada com o anúncio de um novo disco de originais quatro anos depois do lançamento de Lazaretto e logo com dois temas novos. Um deles, “Connected By Love”, veio acompanhado por um vídeo poderoso e desafiador repleto de elementos religiosos e de seres humanos à mercê da aproximação de um corpo celeste do planeta Terra. (artigo completo)

03. The Killers – Rut

Brandon Flowers endereçou os traumas e inseguranças da sua esposa Tana – que sofre de stress pós-traumático decorrente de acontecimentos vividos na infância -, numa cinematografia profundamente emocional para o último vídeo extraído do álbum Wonderful Wonderful dos The Killers, editado no ano passado. (artigo completo)

04. POND – Fire In The Water

The Weather dos australianos POND veio deixar mais algumas das suas partículas psych pela atmosfera num vídeo que levou Nick Allbrook e os restantes rapazes até às ruas do Japão para o retrato visual para “Fire In The Water”. A escolha do local não surpreende: afinal, o tema integrou exclusivamente a versão japonesa do disco, saído em 2017. (artigo completo)

05. Karen O – Yo! My Saint

Karen O adiantou-se ao regresso dos seus Yeah Yeah Yeahs e reaparece aos olhos do público com uma curta-metragem de 9 minutos que dá imagens ao novo tema que partilha com Michael Kiwanuka. A película tem a particularidade de contar uma história de inspiração oriental para a marca Kenzo, servindo de homenagem, entre outros, a Ryuichi Sakamoto, o actual director criativo da marca. (artigo completo)

06. Destroyer – Stay Lost

E se todos pudéssemos construir o nosso próprio mundo? Foi o que fez o protagonista do novo vídeo de Dan Bejar para a belíssima “Stay Lost” do álbum ken, que agarrou literalmente nas ferramentas e engenhos de carpintaria e pôs mãos à obra. Um “user’s guide to the world”, como o descreve Destroyer. (artigo completo)

07. tUnE-yArDs – Heart Attack

É colorido, agitado, imparável e contagiante. O vídeo para “Heart Attack” mantém a energia em altas e levanta toda a gente do sofá nos momentos que antecedem o lançamento do novo álbum dos tUnE-yArDs – I can feel you creep into my private life – que sai já na próxima sexta-feira e segue nos mesmos trilhos electro-quicky dos anteriores. (artigo completo)