Esta semana houve montagens surreais com gatinhos felpudos, barbies a viver ao máximo o rock n’roll lifestyle, mini-filmes de terror com zombies e mini-filmes comoventes de histórias bonitas, visuais 90’s e psicadélicos e representações fiéis da vida de uma banda nos palcos. Estes são os sete melhores vídeos da semana que passou.

Courtney Barnett – Nameless, Faceless

Colagens com gatinhos brancos a dançar o twist, planetas com cerejas a brilhar no topo de uma monte de chantily algures na imensidão do cosmos, cheetos a fugir à socapa de alguma maldade que fizeram, são apenas algumas das montagens surreais à la “Take Me Out” que marcam o regresso de Courtney Barnett aos temas originais – e também aos discos -, com “Nameless, Faceless”. (artigo completo)

Iceage – Catch It

Cambaleante e narcótico, lo-fi e nocturno, o vídeo para “Catch It” – o tema que marcou também o regresso dos Iceage de Elias Bender Rønnenfelt aos inéditos e que vem esbater ainda mais as fronteiras que separavam a banda do seu outro projecto paralelo, os Marching Church -, sublinha as suas linhas sonoras alcoolizadas com um conjunto de imagens que lembra os vídeos dos anos 90 que visualizavam especialmente as esferas mais grunge. (artigo completo)

Muse – Tought Contagion

Tem a atmosfera arrepiante dos filmes do mestre do terror, John Carpenter, tem uma narrativa localizada num Back To The Future meets “Thriller” de Michael Jackson num vídeo enorme pejado de detalhes que se vão descobrindo ao longo de várias visualizações, como acontece nas longas-metragens dirigidas por David Lynch. “Thought Contagion” é o segundo avanço para um novo disco, depois de “Dig Down“. (artigo completo)

S. Carey – More I See

S. Carey tem uma rara sensibilidade poética para contar histórias, seja em forma de som ou imagens. “More I See“, um dos temas do novo disco do baterista dos Bon Iver, que sai esta sexta-feira, traduz a sua folk etérea enraizada no imaginário pastoril num lindo mini-filme coberto de neve melancólica, tão delicioso como a música que o traz. (artigo completo)

Royal Blood – Look Like Your Know

How Did We Get So Dark?, o segundo registo de estúdio dos Royal Blood, roda já desde Junho do ano passado, mas continua em 2018 a produzir trabalhos visuais que denunciam de forma exemplar a essência rebelde e insubmissa dos britânicos em cima de um palco. A última vítima a ser guiada para dentro das frames rock n’roll de Mike e Ben foi “Look Like You Know” (artigo completo)

Preoccupations – Antidote

Um universo monocromático repleto de hipnóticos delays visuais que acaba por explodir numa bizarria de lampejos coloridos que se derretem entre formas geométricas intermitentes cobertas de estática. Os Preoccupations fazem do vídeo para a sua nova odisseia post-punk, “Antidote”, uma apresentação visual singular que abre um pouco mais a porta do próximo álbum. (artigo completo)

Deap Vally – Grunge Bond

Qual foi a última vez que brincaram com barbies? As Deap Vally foram ao sótão dos pais buscar as suas bonecas de infância e passaram a semana a fazer historinhas bem rock n’roll com elas no vídeo para “Grunge Bond” do álbum Femijism que as norte-americanas editaram em 2016. E mais não dizemos 😉 (artigo completo)