Enquanto as electrónicas mais lustrosas e vibrantes ficaram nas pautas dos Vampire Weekend, Baio vai desbravando uma estrada retro que o tem levado a visitar as paisagens de tonalidades mais desmaiadas pela passagem do tempo num sopro vintage que fazem pairar nas ambiências de uma certa inocência 70s lado a lado com o funk, como é o caso de “Philosophy!”, e com uma atmosfera mais sombria, no caso de “Dangerous Animal”, dois dos temas já revelados da próxima colecção de canções do nova-iorquino.

Ao mesmo tempo que a nave-mãe Vampire Weekend vai delineando o caminho do seu próximo álbum – e aquele que será o primeiro trabalho sem Rostam Batmanglij -, o seu baixista pavimenta mais um pedaço do chão que servirá de base a Man Of The World, o segundo longa-duração a solo de Baio. “Out Of Tune” assenta numa melodia cândida e fresca, de brilhos soalheiros e la-la-lianos e de arranjos que reavivam a memória das canções dos cantores românticos do final dos anos 70, e segue as pisadas bem demarcadas de uma construção sonora bem distinta em relação à banda que lhe abriu as portas dos maiores palcos.

Man Of The World toma o lugar deixado vago por The Names de 2015 no próximo dia de 30 de junho e leva o selo Glassnote Records.