7” For Planned Parenthood conta já com um luxuoso e invejável cardápio de artistas numa compilação que reúne temas inéditos gravados tanto em estúdio como em apresentações ao vivo e cujos fundos revertem na totalidade para a ONG que incide sobre cuidados de saúde reprodutiva um pouco por todo o mundo.

Depois de nomes como Bon IverCHVRCHES, Sharon Van Etten, Foo Fighters e Sleater-Kinney entre tantos outros, agora é Leslie Feist que se junta a mais uma iniciativa anti-Trump e contribui com “Born To Bond”, apenas uns dias depois de ter prestado homenagem a Gord Downie com uma versão assombrosa para “The Stranger“.

Numa entrega sofrida entre o segredado e o confessional sempre mantida em suspense a pairar baixinho por entre por uma voz meio sussurrada que resgata, em especial no refrão, tanto das brumas mágicas de Tori Amos e uma percussão suave e mastigada, “Born To Bond” sustem-se no mesmo registo, aparte de um fugaz rasgão de guitarras grungy a sensivelmente meio da canção que não desvirtua a estrutura minimal e os tons lo-fi ou de demo que combinariam na perfeição com o clima de Pleasure, o último registo de Feist editado em abril passado.

A versão digital da colectânea foi editada a 20 de outubro, enquanto a edição física em formato boxset tem lançamento marcado para 17 de novembro.