Não estávamos ainda nem a meio do ano de 2016 quando a “Sombra” do próximo disco dos Orelha Negra começou a cobrir o território. Era o primeiro single – ainda órfão à altura -, daquele que viria a ser eventualmente o terceiro capítulo de uma valentíssima chapada no charco da electrónica e do hip-hop que se tecem aquém fronteiras e, arriscando-se mesmo o exagero, o colectivo de Sam The Kid, DJ Cruzfader, Fred, João Gomes e Francisco Rebelo, encosta-se nada devagar ao título de uma das bandas com uma sonoridade mais característica dentro e fora de fronteiras no que toca ao reinventar dos elementos bases do género.

Depois do disco homónimo de 2010 e do disco homónimo de 2012, chega agora no dia 15 de setembro… surprise, surprise, o disco homónimo de 2017. A criatividade pode-se esconder descaradamente no que toca a dar nome a discos mas excede-se em termos sonoros e agora, já com “Sombra” e “Parte de Mim” como prova que os Orelha Negra iam subir e muito o patamar neste terceiro disco, chega agora a confirmação da confirmação da confirmação com “Ready (Redenção)”.

O vídeo é realizado por Richard F. Coelho, que tinha já deixado a assinatura no anterior “Parte de Mim”, e explora a capacidade de extrapolação do ser humano. Vivências dolorosas, infâncias destruídas, a perda e a dor, o isolamento, a descriminação, a morte e o abandono (entre várias outras tragédias humanas), são alicerces e trampolins para a criatividade e para a redenção que os Orelha Negra colocam no nome de baptismo do tema de Orelha Negra. Ou não fossem as melhores obras aquelas que são desenhadas no escuro da alma… neste caso dançadas.

“Ready (Redenção)” dá assim imagens a um tema poderoso que não se senta em categorizações mas arranca com a violência necessária para rasgar as linhas limites do hip-hop e atravessá-las para terrenos épicos, imponentes e experimentalistas sem deixar de colocar na linha da frente os brilhos da soul, de um jazz setentista e até de zonas mais sinfónicas e um certo vibe latino-americano ligeiramente psicadélico. Orelha Negra sai pela Meifumado já no próximo dia 15 de setembro.

Orelha Negra
01. Nascente
02. Apolo 70
03. A Sombra
04. Duas Caras
05. OST
06. Claire
07. Soul2
08. Skylab
09. Fenix
10. Santa Ela
11. Ready
12. Última Volta
13. Parte de mim

Orelha Negra - Orelha Negra III

Orelha Negra – Orelha Negra III