Tinha a Tracker apenas alguns meses de vida nas primeiras semanas de 2014, e na mesma altura os britânicos Cymbals despontavam com os seus primeiros singles que dariam, mais tarde, fruto no seu registo de estúdio de estreia que levaria o título The Age Of Fracture. Os Cymbals, que a Tracker dava a conhecer como uma das bandas a valer a pena o investimento de tempo, largar tudo e descobrir, eram então injustamente ilustres desconhecidos, embora “The End” tenha sido claramente um dos melhores temas dos universos synthpop e indietronica que viriam a servir de banda sonora desse ano, com a sua mescla de sintetizadores post-punk e pop, as suas guitarras Two Door Cinema Clubish e uma contagiante energia que se demorava num meio termo entre uma electrónica contemplativa e nostálgica de fim de noite e beats que incitavam à ocupação das pistas de dança.

Sensivelmente três anos mais tarde, os Cymbals continuam a ser injustamente ilustres desconhecidos – embora sem dúvida que, como nós, tenham adquiridos uma belíssima colecção de fãs pelo caminho -, e regressam agora, numa Tracker tão bem mais crescida e de semblante distinto, com disco novo na manga e um novo compêndio de como bem fazer electrónica sob um vibrante tapete indie. “Decay”, o tema de avanço para o novo longa-duração dos londrinos continua, de forma também ela mais adulta, aquilo que um interlúdio de três anos deixou em suspenso: mantém-se a vibrância da electrónica quente, negra e meio intoxicada de antigamente, contrabalançada agora com a delicadeza orgânica das cordas de violinos que lhes confere uma ambiência mais polida e clássica, como se de uns Man Without Coutry menos paisagísticos se tratassem.

Light In Your Mind será o segundo álbum dos Cymbals e sai pela Tough Love Records a 25 de Agosto. Que daqui a três anos estejamos cá para vos ver na fabricação de um terceiro álbum, e agora com um nome reconhecidamente enorme à escalara planetária, Cymbals 🙂