Nascidos nos Camarões, residência estabelecida em França e no lado electrónico da rua pop, os Air Bag One apresentam “You’ve Got Somethin’”. E verdade seja dita… eles têm mesmo alguma coisa, daquelas de que são feitas as coisas especiais. Duas músicas apenas, uma delas a novíssima “You’ve Got Somethin’” e “1992”, lançada em Março imediatamente antes de Loris e Wendy  voarem para o SXSW, e já nos caçaram a atenção seja pela vibração temporal de oitentas – o suporte a Brandon Flowers em Paris no Maio passado talvez indique uma partilha da paixão pela década –  seja pela complexidade indie expressa em estruturas melódicas pouco dadas a simplismos, herdeira da fortuna criativa de Bombay Bicycle Club, Everything Everything ou The Temper Trap.

Sem mais mas a querer um disco, que até já tem nome mas ainda não tem data de nascimento, para o mais breve possível e, se não for pedir muito, durante os dias quentes que já chegaram, nos despedimos com um até já até Rich Kids sair e outro até já em palcos festivaleiros debaixo de sol abrasador que o synth dos Air Bag One está a pedir pó e muito pouca roupa.

O single que junta “1992” e “You’ve Got Somethin’” sai amanhã digitalmente pela label da própria banda, a Ruben Nation, e dá início à parceria gráfica que junta os franco-camaroneses ao fotógrafo de Los Angeles, Blake Little.

“You’ve Got Something” is about all the un-confessed fantasies that slumber in each of us. It’s about forbidden things that are attracting us and scaring us at the same time. Sometimes, desire is stronger than moral. We think it’s a feeling that everyone knows – when you’re playing with fire, you feel alive.

alec peterson sig

 

 

About The Author

Related Posts