Já se sabe que o estacionamento está completamente esgotado no parque de som que ocupa o Passeio Marítimo de Algés ao décimo quarto dia do mês de Julho. Também se sabe que boa parte das  responsabilidades recaem nas costas, desta vez sem ukelele, de Eddie Veder e dos Pearl Jam mas quem já tiver lugar reservado para o último dia do NOS Alive ainda tem muitas surpresas pela frente. Esta semana começa com a notícia da estreia de um peso-pesado em Lisboa.

Os At The Drive-In estão de volta para baptizar o solo da capital com o som do novo in•ter a•li•a,depois do regresso aos discos em 2017 que colocou um ponto final num intervalo de 17 anos e de terem vindo a Portugal pela primeira vez em Setembro passado levantar o caos no Vodafone Paredes de Coura.

A banda de Cedric Bixler e Omar Rodríguez-López editou apenas 3 discos durante a sua primeira vida e foi mais que suficiente para fazer dos At The Drive-In um nome incontornável na história do rock em geral e do post-hardcore em particular. Acrobatic Tenement de 1996, In/Casino/Out de 1998 e, o já lendário, Relationship of Command de 2000 fizeram história e abriram caminhos. O silêncio caiu entretanto na revolução durante demasiado tempo e agora a máquina de propaganda dos norte-americanos pela liberdade e pela revolta está novamente em acção.

Em Lisboa, a aula de rebelião está marcada para o Palco Sagres no dia 14 de Julho onde também tocam Mallu Magalhães e Real Estate, enquanto um pouco mais ao lado os Pearl JamFranz Ferdinand ocupam o Palco NOS. Estão também já confirmados Friendly Fires, Future Islands, Queens Of The Stone Age, The National, Two Door Cinema Club e Wolf Alice. Os passes de 3 dias estão também esgotados mas passes para os dias 12 e 13 estão já à venda.

Lê também17 anos depois de ‘Relationship of Command’ a estreia em Portugal: At The Drive-In no Vodafone Paredes de Coura

At The Drive-In no Palco Sagres do NOS Alive’18

At The Drive-In no Palco Sagres do NOS Alive’18