Diz a celebre frase feita que não se volta onde se foi feliz. Mentira, volta sim e ainda bem. Os BadBadNotGood acham o mesmo e chamaram o senhor Future Islands Samuel T. Herring para tornar a ocupar o espaço entre as suas composições electro-jazzísticas e as palavras raras na música da banda.

A voz do trio synthpop norte-americano que editou The Far Field em abril passado e partilhou os palcos portugueses com os BadBadNotGood em Paredes de Coura há apenas três meses, volta assim a colaborar com o quarteto canadiano, depois de o tempo não ter passado assim tão devagar desde o anterior encontro entre as duas partes. Samuel emprestou-se a “Times Moves Slow” do disco de 2016 dos BadBad, IV, editado então pela Innovative Leisure.

Desta vez, é em “I Don’t Know” que Herring surge com a sua voz característica a lançar-se de costas no tempo e a encarnar uma alma soul com pelo menos 60 anos de ausência no plano terrestre. Um tema arrastado e fumarento como se a época dourada da soul e do r&b de Marvin Gaye, Percy Sledge e Ottis Redding pudesse ser trazida de volta de forma a vestir-se de contemporaneidade sintética e ao mesmo tempo manter a espiritualidade gospel através de teclados resgatados do tempo. O destino final da música é até uma incógnita, mas está já disponível como one-off single no iTunes.

Os BadBadNotGood assinaram em agosto mais um volume da série Late Night Tales onde reuniram no mesmo mix nomes como os dos Stereolab, Thundercat, Boards Of Canada, Lydia Lunch e Francis Bebey entre outros. Para ouvir em baixo logo após “I Don’t Know” com Samuel T. Herring.

Lê também: Badbadnotgood em Paredes de Coura: Uma demonstração de carinho e virtuosidade jovial