A operar nas frechas mais shoegazy ainda que com as habituais partículas de porosidade dreamy neste seu regresso aos temas e aos discos – o seu sétimo álbum está pronto para ser destapado na sua totalidade já no próximo mês de Maio -, os Beach House revelam mais um tema, aquele que irá abrir uma nova história discográfica que se prevê coberta de um maior pendor rítmico que os registos anteriores.

Em “Dark Spring”, o terceiro tema revelado de 7 e que sucede aos anteriores “Lemon Glow” e “Dive“, Victoria Legrand e Alex Scally exploram as várias sombras de que se faz a escuridão e desvendam o conteúdo de uma caixa onde estava guardada num vácuo a negritude de uma Primavera que costuma, em outras paisagens, ser mais colorida. Num shoegaze hipnótico bafejado, a espaços, por ligeiras ambiências psych, os Beach House desbravam um novo trilho numa construção melódica muito semelhante à dos Glasvegas num invólucro não tão denso e ligeiramente mais sonhador.

7 , o novo álbum dos Beach House, é lançado a 11 de Maio pela Sup Pop, Bella Union, e sucede a Thank You Lucky Stars, de 2015. Os canadianos sobem aos palcos do Coliseu dos Recreios e do Teatro Sá da Bandeira, em Setembro.