Sim, Beck fez um disco pop. Sim, Beck fez um disco que, apesar de pop, tem tanto do mesmo Beck que invadia a MTV com “Loser” nos idos anos 90. Sim, Beck chegou ao primeiro lugar do top alternativo da canções com este “Up All Night”. E embora seja discutível a aplicação dessa chaveta sonora a esta canção em particular, a verdade é que isso pouco importa, já que parece ter caído nas boas graças de toda uma América que a roda sem contemplações. Se não all night, pelo menos boa parte dela.

O feito nem é inédito, até porque “Dreams” – aquela música que parece ter saído do cancioneiro dos MGMT, antes de se tornarem góticos -, encabeçou há dois anos o mesmo top durante nada mais nada menos que três meses, na altura em que foi editada e quando ainda era órfã de disco.

Como já tinha feito há algumas semanas no programa de Ellen DeGeneres, Beck Hansen voltou a levar a paradoxal pop alternativa de um dos temas do alinhamento de Colors – o 13º compêndio sonoro da sua carreira, editado em Outubro deste ano -, à televisão norte-americana e descarregou adrenalina q.b. no palco do The Tonight Show Starring Jimmy Fallon, que parece ter ficado bastante entusiasmado com a presença de Beck nos estúdios 🙂