Para o álbum de estreia que se vai chamar Fake Sugar a diva Beth Ditto, ex-vocalista dos Gossip, segue com a apresentação das linhas melódicas que se vão aos poucos revelando e mostrando com que linhas se irão coser o disco. Depois de “Fire” e “Oo La La”, as primeiras músicas, que emanaram um rock n’ roll tão tenso quanto vibrante e a roçar num garage dançável, “We Could Run” é a terceira canção a ser mostrada e parece ter sido particularmente desenhada de forma a Beth projectar o impacto da sua voz.

Um balada em mid tempo nos moldes em que mandava o figurino no final dos anos 80 nos espectro mais rock, “We Could Run” é um sopro enérgico em que Beth consegue arrebatar com seu poder vocal. A faixa começa serena e delicada sobre pinceladas oscilantes de toques suaves de guitarras e sintetizadores, adicionando-se aos poucos densos acordes que desaguam no brilho intenso de um refrão explosivo. Beth eleva a canção a hino rock de estádio com pequenas nuances southern rock a lembrar as monumentais canções dos The Killers.

Lê também: O novo capítulo de Beth Ditto: “Fire” abre caminho ao disco de estreia

Aproxima-se a passos largos o lançamento de Fake Sugar com o raiar de junho, com o disco a ser completamente desembrulhado no dia 16. O álbum leva o selo da Virgin Records e as três canções já podem ser adquiridas em formato digital.