As batidas contagiosas, as guitarras instigadoras e o synthpop descontraído de “Get Some Freedom”, o novo tema dos Big Data no qual participam também os canadianos Dragonette, continuam a narrativa deixada em aberto pelo funk pop de “Clean” e acentuam-lhe ainda mais a personalidade e o clima espirituosos. O tema, esse, esconde uma mensagem desviante sobre a liberdade de informação. Alan Wilkis explica:

For this song, we envisioned the tech giant as the tyrannical dictator, offering the freedom that technology supposedly affords to his people as a means to control and enslave them.

Retirado de 2.0, o disco de estreia que nos chega daqui a pouco mais que uma semana, mais precisamente a dia 24 deste mês, “Clean” e “Get Some Freedom” perfilam-se já como candidatas exemplares a encher de movimentos rasgados as pistas sonoras de 2015.

O álbum contará ainda com participações de Rivers Cuomo dos WeezerTwin Shadow, Jamie Lidell, White Sea, Jenn Wasner dos Wye Oak, Dylan Rau e Ted Feldman dos Bear Hands, e ainda de Kimbra.

rosana rocha sig