Amarante sempre teve todos os pretextos para receber visitas e, agora com o Mimo Festival, não restam desculpas. A terra de Amadeo de Souza-Cardoso ou de Agustina Bessa-Luís, recebe novamente o festival, que surgiu no Brasil em 2004, tendo estreado por cá o ano passado e que trouxe nomes como Pat Metheny & Ron Carter, Tom Zé ou Vieux Farka Touré.

Tudo estará a postos para, de 21 a 23 de Julho, – e, sublinhe-se, com entrada livre -, a cidade receber aquele que é o primeiro nome musical confirmado para o evento que nada menos que Herbie Hancock. O magnata do jazz e dos blues que leva pitada de funk que tocou com Miles Davis, encontra-se a preparar um álbum novo, em nome dos seus quase 60 anos de música. O Verão ganhou, assim, mais calor e luz, é certo, e o compositor e pianista norte-americano participará, com muita frescura e talento, nesta edição do festival em solo lusitano que orgulha, e muito Amarante, a única cidade portuguesa a receber o Mimo.

Hancock apresentar-se-á com Terrace Martin, seu produtor e colega de palco no saxofone e teclas que também trabalhou com Kendrick Lamar, e trará também Lionel Loueke na guitarra, James Genus no baixo e Vinnie Colaiuta na percussão. Como se a sua presença não bastasse, promovem-se ainda vários workshops e momentos que consagrem a poesia, o cinema, a arte ou o património, sempre gratuitamente.

Não há, portanto, razões nenhumas para ficar em casa.