Vamos lá a preencher os espaços e perceber onde reside a mais valia dos Car Seat Headrest. Será nas guitarras saltitantes de Will Toledo? Será nas batidas new wave que preenchem todos os poros de vontade de fazer pogo dancing? Ou será na melancolia urbana disfarçada de esperanças de juventude e rebeldia doce? Para nós é um pouco disto tudo e da capacidade especial de se fazerem canções perfeitas com a facilidade da pop mas com a mesma dinâmica que enche as canções dos Hüsker Dü, dos Ramones, de Stephen Malkmus ou, mais recentemente, dos temas mais orelhudos dos The Strokes.

O certo no meio de todas as referências que se possam enumerar é que Will vai para o seu 13º disco de originais –  Teens Of Denial é o primeiro a sair com o selo da Matador, os anteriores são todos edições próprias – e pelas amostras estamos frente a frente a um marco nas edições de 2016 e ao emergir de um nome que demorou a ganhar notoriedade mas que precisa de entrar de vez no léxico de todos. Escrevam Will Toledo 500 vezes no quadro para não se esquecerem do nome.

A simplicidade aliada a uma sagaz análise lírica do suburbanista sentido da vida… sempre pela lupa quente dos livros de estilo do punk rock e da poesia fundamentada e crescida nas ruas das cidades. Mas sempre e sempre com um sorriso nos lábios… nem que seja de ironia!

Estas são “Drunk Drivers/Killer Whales” e a acabadinha de lançar “Fill In The Blank”.

Teens of Denial sai a 20 de Maio via Matador. Os Car Seat Headrest tocam a 11 de Junho no NOS Primavera Sound.

“You have no right to be depressed / You haven’t tried hard enough to like it”

Car Seat Headrest: Will, Vincent & Franz