Ainda antes das primeiras chuvas de Outono, nas primeiras semanas de Setembro, consolidava-se já um fresco caudal e se moviam as águas a oeste de tudo de Chris Tomson que com “Death Wish“, o tema com que deu a conhecer ao mundo Dams Of The West, o seu projecto a solo, seguia assim as pegadas deixadas anteriormente pelos seus companheiros de banda Baio e Rostam.

2 meses mais tarde, o homem que marca o ritmo dos Vampire Weekend, lança agora o segundo tema do disco de estreia que nos chega em finais de Fevereiro. “Tell The Truth” faz-se de partículas vampirescas semelhantes às da casa-mãe com as suas teclas retro envoltas em ecos, e embora igualmente incitador à dança, fá-lo num registo bastante menos “tropicaliente”.

O registo visual, esse, carregado de estática, compõe-se por uma sobreposição de imagens que resgatam elementos maçónicos – mais tarde adoptados por organizações como os Illuminati e o Clube de Bilderberg, fontes inesgotáveis para os teoristas da conspitação -, e combinam com imagens de Chris em momentos absolutamente triviais numa manifestação marcadamente política e conspiracionista. Chris confessa:

This video was inspired by the oppressive sense of paranoia that has come to define 2k16 for me. I am fascinated by the way the most trivial bits of footage can be used as definitive proof that, say, a certain televangelist is a shape-shifting reptilian overlord or Hillary def has a malignant brain tumor. While I’m not yet a political figure, I thought it would be a worthwhile exercise to see what a closer examination of my own actions might reveal. The results, as you can see, are provocative yet not entirely unexpected.

Youngish American, o registo de estreia a solo de Chris Tomson sai a 24 de Fevereiro pela 30th Century/Columbia e foi co-produzido com Patrick Carney dos The Black Keys.