Fresco, límpido, acolhedor e belo; assim é o som de Agnes Obel. A cantora e compositora dinamarquesa, que mistura o contemporâneo com o obsoleto, o pop com o folk e este com um traço do clássico, destaca-se pela doçura da sua composição e pela delicadeza e serenidade que transmite, falando directamente à alma e fazendo-nos sonhar acordados.

Citizen Of Glass, o disco que vem apresentar e que foi lançado em Outubro passado, baseia-se na essência daquilo que é translúcido e frágil. A voz angelical, em perfeita união com os violinos e violoncelo, o piano e o sintetizador, marcam a harmonia que nasce entre a proximidade e o desapego. O álbum é o terceiro da carreira da artista e é o sucessor de Aventine de 2012 e de Philharmonic de 2011.

 também: [Review] Pedaços de ‘Citizen Of Glass’ por Agnes Obel

A estreia em Portugal, que acontece a 25 de Junho, no Teatro Tivoli em Lisboa, insere-se na tour europeia de Obel que arrancou a 13 de Maio, em Paris.

Agnes Oboel Poster

Agnes Oboel Poster