Depois de nos últimos dias terem posto o mundo num pé de vento com a revelação do regresso aos discos e que o sucessor de Reflektor chegava já a 28 de julho, os Arcade Fire mostraram já dois dos temas que farão parte de Everything Now. Em formato oficial lançaram o tema-título, mas não satisfeitos os canadianos juntaram “Creature Comfort” ao alinhamento de um dos concerto secretos do Primavera Sound de Barcelona. Foi com surpresa que as mudanças na sonoridade da banda de Montreal chegaram aos fãs pelo glitter de “Everything Now“, mas mais ainda pela direcção disco que o single oficial deixava antever. A confirmação que se tinham deixado seduzir pelos 70s chegou pouco tempo depois com “Creature Comfort” que, não arredando pé dos indie dancefloors e das bolas de espelhos, levava os Fire de volta àquela ambiência electro muito especial que James Murphy dos LCD Soundsystem colocou na produção do quarto e até agora o último longa-duração.

Mas já passaram uns dias e todos já estão familiarizados com as novas músicas dos Arcade Fire, certo? Ora então só para bagunçar tudo vamos lá a mais Arcade Fire e a mais disco sound! Os canadianos tocaram em Scunthorpe, no Reino Unido, na noite de 7 de junho e adicionaram mais uma novidade à setlist. Desta vez, as honras de introdução ao alinhamento de Everything Now couberam a “Signs Of Life”. Também disco? Sim. Mais negra? Oh, sim. Também dançável? Pois claro que os irmãos Win e Will Butler e Régine estão já desde 2013 numa missão de fazer bailar.

Lê tambémArcade Fire: Agora sim, já se pode ouvir (e ver!) “Everything Now”

Ao que parece os Arcade Fire tocaram também “Black Mirror” pela primeira vez desde 2008, abrindo caminho a um revisitar de temas pouco tocados ao longo da sua Infinite Content Tour. Ficamos atentos e assim que houver footage a Tracker partilha. Até lá… “Signs Of Life” ao vivo em Inglaterra e já disponível na net. Sinais dos tempos.