A pouco mais de um mês de lançar o seu mais recente álbum, Rebound –o primeiro pela editora de Kevin Morby -, Eleanor Friedberger levanta mais um bocado do véu e apresenta o novo tema “Make Me A Song”. Depois do single “In Between Stars”, revelado em inícios de Março, a nova canção chega com vídeo a acompanhar.

A batida muito constante, quente e ligeira, transporta o ouvinte para um universo rockbilly que combina em excelência com a voz profunda de Friedberger, que se complementa com os sintetizadores e com as notas soltas que aqui e ali vão saindo da guitarra. A multi-instrumentista norte-americana confessou ter tido dificuldades na criação da canção, o que está na base do pedido contido no título. Parece que, quase sem querer e com a facilidade que aparentava não existir, a canção se fez sozinha:

We found a sound
Now give me a song

Rebound será o primeiro trabalho de Eleanor com o selo da Frenchkiss Records e o quarto da sua conta pessoal. Esperam-se sonoridades mais experimentais, mais maduras, com grande destaque para a sua voz e que cada canção seja uma corrida, um subir a colina, um salto para a piscina… Tudo isso e muito mais.

É já esta sexta-feira que a cantora viaja para Portugal para uma dose dupla de concertos em ambiente intimista, nos quais irá apresentar certamente alguns dos temas do novo álbum e outros dos mais conhecidos, como “My Mistakes”, “Heaven” ou “Stare At The Sun”. Depois da passagem por Lisboa em Fevereiro do ano passado e da sua presença no festival Mexefest em 2011, a cantora tem vindo a ver a sua música cada vez mais reconhecida. Muitas vezes comparada a St. Vincent ou Courtney Barnett, a ex-Feary Furnace tem vindo a explorar sonoridades chegadas ao rock mais ligeiro, introduzindo por vezes sintetizadores numa atmosfera quase dreamy.

A mini-tour arranca na Galeria ZDB, no dia 6 de Abril às 22:00, e prolonga-se para o dia seguinte com uma
apresentaçãono Auditório de Espinho-Academia.