Sempre presente quer como companhia auditiva, quer como inspiração activa, Elliott Smith é um figura forte que ajudou a moldar os contornos da música actual e enquanto homenagens nunca forem demais, os tempos recentes apresenta-nos novas e curiosas maneiras de irmos contactando e descobrindo com outros contornos a obra do músico. Em 2014, sob o signo da bobine Heaven Adores You explorou-se, na forma de documentário, a vida e arte do cantor-instrumentista e o seu nomadismo entre Portland, Nova Iorque e Los Angeles. Agora, em 2016, está na calha o lançamento de Say Yes!, uma compilação de vários artistas que se lançam na reimaginação de alguns momentos da sua carreira.

J.Mascis é um deles; o seu fiel companheiro de banda, Lou Barlow também, bem como os Yuck, Waxahatchee e a parceria criativa Jesu/Sun Kill Moon. O líder dos Dinosaur Jr. e exímio dono das cordas ficou encarregue da primeira amostra com a sua rendição de “Waltz #2”, onde mantém a veia solitária e confinada da original para a expandir com a infinidade crua da sua guitarra. O estilo, de resto, não permite indícios de dúvidas. Say Yes! A Tribute to Elliott Smith tem lançamento marcado para 14 de outubro. Abaixo, J. Mascis a atiçar a valsa alheia com colossais manchas de rock.