Elza Soares pertence a um requintado grupo de artistas que dispensa apresentações. O nome vive por si só como cartão de boas-vindas mas, e porque os tempos assim o exigem, o incontornável tema “Mulher do Fim do Mundo”, lançado em 2015, recebe agora vídeo oficial.

Lançado pela Rolling Stone Brasil e com guião de Romulo Fróes e Alice Coutinho, o vídeo foi realizado por Paula Gaitán e contempla em cerca de 5 minutos bem preenchidos, Elza e os actores Grace Passô, Mafalda Pequenino, Rene Castillo Ferrer e Daniel Passi numa frenética dança de múltiplas cores – algumas dificilmente nomeáveis. A presente história visual é, como a música que imortalizou, uma ode ao feminismo e às mulheres guerreiras, de alma forte, de garra, impossíveis de derrubar.

Como o próprio plano sugere, os versos do tema ganham contornos nas expressões de Elza e nos luminosos flashes que nela acendem cor e vida, aproximando de lábios e olhares intensos numa sintonia muito bem conseguida entre imagem e palavra. O vídeo funciona também como homenagem à diva, à artista e à mulher Elza pela efervescente carreira e pela voz que em todos ecoa e é suporte visual daquela que é, sem dúvida, uma das faixas mais influentes da música dos últimos tempos. É, por assim dizer, o vídeo que não se sabia que se necessitava, a par de uma música que já se consagrou como essencial.

Mulher
do fim
do mundo
Eu sou
Eu vou
Até o fim
Cantar.