Transangelic Exodus é o segundo álbum a solo de Ezra Furman, e mais um de uma série de discos que vem a coleccionar desde 2007 seja em nome próprio, com os The Harpoons ou com os The Boy-Friends. Sempre no papel de uma espécie de contador de histórias, o songwriter de Chicago é, desta vez, contador de uma história sequencial num disco que narra o percurso de um homem e o seu amante, um anjo – não, não estamos a ser fofinhos, é mesmo um anjo a sério -, num processo de fuga aos governo que ilegalizou a existência do casal, do amor transgénero e homossexual.

O novo longa-duração de Furman, tal como toda a sua obra, mostra-se como uma impressão digital poética, repleta de referências ao cinema e à literatura com tanto de sentido literal como de figurado, sobre as questões da auto-determinação (em sentido lato) no amor e na vivência daqueles que habitam nas franjas do mundo e da história.

Ezra Furman assina aquele que é o seu disco mais completo até à data com passagens literárias superiores, como em “God Lifts Up The Lowly”, tema em que descreve o seu anjo-amante em passagens como Some angels will carry you homeward, other angels you don’t wanna meet. My guardian angel’s got wings of tinfoil and cigarettes found in the street. Um disco para guardar para as listas de melhor do ano.

Data de lançamento: 09 de Fevereiro de 2018
Editora: Bella Union