Pure Comedy leva quase um ano de vida, milhares de kms de estrada, concertos espalhados por todo o lado e é tido por praticamente todos os acólitos de Father John Misty como um dos grandes discos do ano que se foi embora. Pelo caminho ficam polémicas, bocas e embirrações de e com outros músicos e entre muitas outras aventuras a la Josh Tillman, fica uma noite passada com ele em Lisboa, no Coliseu dos Recreios.

Tillman avançou já que o sucessor do seu terceiro disco sob a assinatura de pregador nebuloso está previsto para este ano e que será uma espécie de I Love You, Honeybear  but without the cynicism. Josh tinha revelado entretanto alguns potenciais títulos:  “Ouch, I’m Drowning”, “Dum Dum Blues”, “Mr Tillman”, “Please Exit The Lobby” e “Well, We’re Only People And There’s Nothing Much We Can Do About It”. Father John explicou o que aí vem numa entrevista à Uncut.

Most of this next album was written in a six-week period where I was kind of on the straits,.”I was living in a hotel for two months. It’s kind of about… yeah… misadventure. The words were just pouring out of me. It’s really rooted in something that happened last year that was… well, my life blew up. I think the music essentially serves the purpose of making the painful and the isolating less painful and less isolating. But in short, it’s a heartache album.

Como a internet e a tecnologia são amigas daqueles que não querem esperar pelas coisas oficiais, alguém em Tóquio tratou de captar um desses novos temas. “Mr. Tillman” tem sido parte de alguns alinhamentos de Father John e foi finalmente capt(ur)ado em imagens. Uma canção mais contida que as canções de Pure Comedy e mais próxima das estruturas de Fear Fun, a estreia de 2012, do que da grandiosidade hippie de I Love You, Honeybear.