Eles já nos deram dois álbuns, dois álbuns que definem até à exactidão molecular as mil e uma formas de escrever e reescrever a perfeição folk com Helplessness Blues de 2011 e com a estreia homónima de 2008. Eles já nos deram momentos de oblívia anulação do mundo lá fora durante o concerto de 2011 no Optimus Alive, e até já nos deram Joshua Tillman e o seu Father John Misty. É claramante pouco em número, mas tanto em intensidade, relevância e legado. Queríamos mais discos? Sim! Queríamos mais concertos? Pois claro! Então está feito e tudo de rajada.

Os Fleet Foxes de Robin Pecknold, Morgan Henderson, Skyler Skjelset, Casey Wescott e Christian Wargo  são a mais recente confirmação para o NOS Alive deste verão e a confirmação chega um dia depois de terem revelado finalmente o primeiro tema que fará parte do terceiro álbum da banda de Seattle. Crack-Up sai dia 16 de Junho pela Nonesuch Records e “Third Of May / Ōdaigahara” marca já o regresso dos hinos folk de Pecknold.

Lê também: Novo tema dos Fleet Foxes “Third of May / Ōdaigahara” apresenta novo disco

A beleza inocente e o bucolismo são reais e sobem ao palco Heineken no dia 08 de Julho ao lado dos Cage The Elephant, Spoon e Peaches, no mesmo dia em que pelo palco principal passam Depeche Mode, Imagine Dragons e Kodaline.

Os outros nomes já confirmados são os Alt-J, Blossoms, Foo Fighters, Imagine Dragons, Parov Stelar, Ryan Adams, Rhye, Royal Blood, Savages, The Kills, The Weeknd, The xx, Wild Beasts e Warpaint.

Para relembrar em baixo alguns momentos do concerto de 2011, nomeadamente “Grown Ocean” de Helplessness Blues e “Mykonos” da edição especial de Fleet Foxes.