O quarto disco de Florence e das suas máquinas de sonhar em tons de pop e pequenas sinfonietas celestiais está desde já há algum tempo prometido para atravessar os véus dos mundos que separam a nossa realidade daquela onde habita Miss Welch. Dizem que os astros se alinham este ano para que o sucessor de How Big, How Blue, How Beautiful seja editado, e desde que em meados de Março foi anunciado um lançamento especial para o Record Store Day (RST) com dois inéditos, se têm somado indicações para que a ausência que bate na marca dos três anos no próximo mês esteja mesmo para ser colmatada.

Os temas que se ajeitam em cada um dos lados do 7” especial para o RST são “Sky Full Of Song” e “New York Poem (For Polly)” – uma gravação de um poema que faz parte de Useless Magic, livro de Florence que sai em Julho -, e esperava-se que até ao dia 21 de Abril (data em que acontece o evento de escala mundial), acontecesse uma das espreitadelas para um dos temas. É precisamente com na capicua de 21 que o primeiro dos dois é revelado.

“Sky Full of Song” é um tema de silêncios e quase a capella sobre o poder transcendental e narcótico que uma canção tem sobre quem a canta, sobre memórias, solidão e o renascimento na palma da mão. A canção chega vestida de imagens num vídeo realizado pelo catalão AG Rojas – pelas suas lentes passaram já William Fitzsimmons, Jamie XX e Spiritualized -, que capta em tons monocromáticos uma plica de Welch.  Sobre o primeiro dos temas para o novo single Florence explica que:

This was a song that just fell out of the sky fully formed. Sometimes when you are performing you get so high, it’s hard to know how to come down. There is this feeling of being cracked open, rushing endlessly outwards and upwards, and wanting somebody to hold you still, bring you back to yourself. It’s an incredible, celestial, but somehow lonely feeling.

O EP Songs from Final Fantasy XV editado em 2016 foi o último lançamento dos Florence + The Machine. “Sky Full of Song”/“New York poem (For Polly)” sai em vinil de edição limitada