“Transculturalismo transamericano ruidoso” é a simplificação do que se passa no mundo tribalista e experimental de fusão dos Francisco El Hombre… pelo menos, nas suas próprias palavras. Parte Brasil, parte México, parte Outras Dimensões, parte Cores e Escuridão e uma miríade de sons, da cumbia ao rock independente – cabe um mundo inteiro na música e num concerto dos Francisco. Aqui as imagens ao vivo do show no Festival Circadélica.