O nome Benoit Heitz pode não fazer disparar alarmes, mas se contarmos a história – ainda curta, mas já mais que cheia – com o nome Surkin e com a lista de remixes que o francês de 30 anos leva na bagagem, se calhar já disparam alguns. Boys Noize, Chromeo, Foals, Klaxons, Yuksek, Justice, The Juan Maclean, Charli XCX e continuávamos por aí a fora… já se ouvem os alarmes?!

Pronto, então agora já podemos apresentar o novo projecto de Surkin que, só para começar e não deixar as atenções fugirem, conta com o cartão de visita de mais uma colaboração com M.I.A. com quem já tinha trabalhado em “Bring The Noize”, o primeiro single de Matangi, o quarto e último disco da rapper britânica. A dia 15 já do próximo mês, o novo projecto multidisciplinar orquestrado por Heitz, GENER8ION, vê o primeiro EP ser lançado pela Bromance Records de Brodinsky, casa de excelência de algum do melhor electro e techno europeu da actualidade. The New International Sound Pt. II EP (co-escrito com Cédric Steffens dos Club Cheval), que dá também nome ao tema em parceria com M.I.A. – que já podem ouvir em baixo quase em estreia mundial – é electro orgasmático forjado a ferros quentes em bairros duros e sujos, é luxúria em forma de beats eufóricos e em chamas… é incontornável e o risco de se tornar uma referência no mundo da escrita de canções digitais do ano décimo quinto depois de 2000 é absolutamente enorme.

A identidade pluridisciplinar de GENER8ION subdivide-se entre a música, a moda e a arte e acarreta em si um militarismo urbano, a cultura hip-hop vs. o retro-industrial e o universo das consolas anos 80/90 na sua genética visual criada em parceria com o designer David Rudnik (Evian Christ, Nike).

Fiquem com “The New International Sound Pt. II (ft. M.I.A.)” e deixamos também o remix feito para “I Had This Thing” dos Röyksopp usado pela Louis Vuitton como banda sonora para a apresentação da colecção Women’s Fall 2015.

alec peterson sig

 

 

https://youtu.be/it6Z6oaI3sE