Patience é um novo projecto, mas a sua criadora, Roxanne Clifford, enquanto parte dos Veronica Falls, é uma artista já com obra reconhecida na pop, sendo a banda britânica uma das mais respeitadas do shoegaze lo-fi. Acontece que Roxanne foi atrás do quente sol da Califórnia e mudou-se para Los Angeles, onde aproveitou as muitas possibilidades que a tecnologia actual oferece para, com contributo do mago dos synths Lewis Cook, lançar o primeiro EP, The Pressure, pela Night School Records já na próxima sexta-feira.

Em Abril, Patience tinha já apresentado o single “The Church”, canção synthpop fluída, cinemática e dreamy na mesma onda das canções dos Desire e dos College incluídas na banda sonora do filme Drive. Agora, o projecto mostra a nova “Pressure” que revela um som mais amadurecido e com referências mais eruditas. “Pressure” é também um tema que se presta a danças e que se cola bem ao ouvido, mas apesar da letra suavemente murmurada por Roxanne, a música soturna expõe uma maior influência da cold wave europeia que emergiu no final da década de 70, género pelo qual Clifford tem assumido gosto.

O austero videoclip para “Pressure”, que começa com Roxanne coerentemente sintonizando um auto-rádio (objecto muito adequado para escutar o som de Patience), é a filmagem de uma catárquica viagem de carro, intercalada com imagens estáticas que evoluem para alucinações suas cantando como se assolada por um peso sentido na consciência por um ex-amante arrependido ao ponto de perguntar por ela a amigos comuns. Nada que nos distraia de apreciar todos os ornamentos incrustados naquela canção que parece fadada para ser um sucesso nos clubes alternativos do Ocidente.

Curiosamente, a outra faixa do EP The Pressure é uma versão de “Wait For You” de Roky Erickson, autor de quem os Veronica Falls também já tinham gravado uma versão. Preparem-se então para dançar e circular com Patience ao som desta “Pressure”!