Está definitivamente marcada a resposta antagónica ao último disco dos The Horrors até agora. O sucessor de Luminous está finalmente anunciado, isto depois de os ingleses terem revelado o primeiro tema há cerca de duas semanas. “Machine” trazia os The Horrors de volta às sonoridades mais sombrias de Strange HousePrimary Colours depois dos álbuns SkyingLuminous terem percorrido os caminhos mais clareados de um post-punk balanceado pelos sonhos reverberados do shoegaze.

A banda de Faris Badwan, Tom Cowan, Joshua Hayward, Joseph Spurgeon e Rhys Webb começaram o dia com a revelação que V – título bastante adequado a um quinto álbum -, saía a 22 de setembro pela Wolftone/Caroline International, e acabam o dia a divulgar as datas completas de uma tour europeia que os devolve a Portugal nos próximos dias 09 e 10 de dezembro a Porto e Lisboa, respectivamente. Os The Horrors tocam no Hard Club na cidade Invicta e no Lisboa Ao Vivo na capital.

V foi produzido por Paul Epworth – senhor responsável por Silent Alarm e Intimacy dos Bloc Party, “Pendulum” de FKA Twigs, ou de Truth Is a Beautiful Thing dos London Grammar só para citar uma ínfima parte do portentoso historial – e é, segundo os The Horrors, um disco mais expansivo, progressivo e com vários traços exploratórios e experimentais. Tudo parte de um processo de evolução inerente à arte tal como referido por Tom:

It’s natural, if you do see yourself as an artist, to progress and not play it safe. Bowie pre-empted the modern condition of not being able to stay in one place for very long, and I get frustrated with bands who stay still. Because then it does become a career.

Os The Horrors regressam assim a Portugal depois de terem passado pela última vez pelo Reverence Valada – agora Reverence Portugal -, em 2015. Os bilhetes para os concertos estarão disponíveis para venda a partir de dia 30 de junho.

HARD CLUB, PORTO – 9 DE DEZEMBRO – 21h00
Bilhete: 23€ | M/14 anos

LISBOA AO VIVO – 10 DE DEZEMBRO – 21h00
Bilhete: 23€ | M/14 anos

01. Hologram
02. Press Enter To Exit
03. Machine
04. Ghost
05. Two Way Mirror
06. Weighed Down
07. World Below
08. Gathering
09. It’s A Good Life
10. Something To Remember Me By