Imogen Heap lançará o seu tão aguardado quarto disco Sparks a 18 de Agosto próximo através da sua própria editora, a Megaphonic Records. Miss Heap lançou-se numa viagem incrível mundo fora para compor e produzir este novo Sparks:

The album began with someone sending in the sound of a striking match for what became Lifeline in March 2011. I then dived into the most immense, intense creative 2 and a half years of my life that took me all over the planet, collaborating on so many projects with so many people and often totally spontaneously. The album is then in some ways for me grounded with fans’ footprints bringing the finishing touch for the album art, as so many of them came along for the ride.

Enquanto trabalhava em Sparks, Imogen transformou músicas em projectos e projectos em canções para trazê-las para fora do estúdio e “deixar as canções respirar por si mesmas”. Uma nova abordagem que a levou a colaborar com toda a gente que de alguma forma se cruzava no seu caminho, incluindo os seus fãs, jardineiros e cineastas, cientistas e jornalistas. Desde o rio Tamisa (“You Know Where To Find Me”) até 5000 metros de altura, nos Himalaias (“Climb to Sakteng, Cycle Song”), do seu jardim da comunidade local e muitos outros sítios espalhados pelo mundo, Imogen escreve, desenvolve, grava e produz o seu trabalho mais diversificado, honesto e ousado até à data. Temos até uma canção quase sem fim que só estará terminada quando morrer. “Listening Chair” retrata os primeiros 35 anos de vida da cantora e a cada período místico de sete anos vai ser acrescentado mais um minuto de música a capella.

Sparks
01. You Know Where to Find Me
02. Entanglement
03. The Listening Chair
04. Cycle Song
05. Telemiscommunications
06. Lifeline
07. Neglected Space
08. Minds Without Fear
09. Me The Machine
10. Run-Time
11. Climb To Sakteng
12. The Beast
13. Xizi She Knows
14. Propeller Seeds

 

Related Posts