Desde Abril passado, altura em que colaborou com Mount Kimbie no belíssimo “We Go Home Together“, que pouco ou nada se sabia de James Blake, a não que se encontrava em plena digressão promocional para The Colour In Anything – o último álbum do britânico já editado em maio de 2016 -, primeiro pela Europa durante os meses de Verão e que actualmente atravessa o território dos Estados Unidos.

Foi precisamente numa das datas da digressão norte-americana para o seu terceiro registo de estúdio, mais concretamente na sexta-feira passada na Immanuel Presbyterian Church, em Los Angeles, que James Blake deu pela primeira vez a conhecer ao grande público dois novos temas, com um terceiro a ter sido revelado alguns dias antes, no dia 4, na primeira de três datas no Herbst Theatre, em San Francisco.

“I Can’t Believe That We Float” e “Asking For A Friend”, que podem ver em baixo em vídeo, foram apresentadas em Los Angeles, enquanto “Black Lung”, apenas disponibilizada em áudio, foi tocada em San Francisco, e contou com a particularidade de ser encerrada com um snippet de “Videotape” dos Radiohead, do álbum In Rainbows, de 2007. Os novos temas parecem manter Blake na mesma linha em que forja um r&b mesclado com elementos electrónicos, algo que tem sido a sua impressão digital sonora desde o início da carreira, com o disco de estreia homónimo, editado em 2011.

Não existem, por enquanto, mais informações sobre qualquer disco a ser preparado para edição em 2018, mas especula-se que a composição de novos temas devolva o também produtor aos registos discográficos já no próximo ano. James Blake regressa à Europa em Fevereiro próximo, onde actuará com Kendrick Lamar em várias datas já confirmadas.