Já não é nova a história que cruza as electrónicas do dinamarquês Trentemøller e o post-punk das britânicas Savages.  O também produtor tinha já acenado com a sua varinha de condão revestindo das suas próprias remisturas o álbum Adore Life da banda de Jehnny Beth. E Jehnny Beth retribui agora a gentileza, emprestando a sua voz ao novo single de Trentemøller, “River In Me”.

Parte do 4º longa-duração Fixion de Anders que nos chega em Setembro e segue, certamente, direitinho para as pistas de dança, o poderoso “River In Me” combina uma disposição new-wave e um ambiente darkwave de tendência 80’s fulminante e viciante, um dance-rock de batidas soturnas, abafadas por um post-punk reminiscente de The Cure, Siouxsie & The BansheesDepeche Mode. Diz-nos Trentemøller:

I’ve been a huge Savages fan since their debut record. I met their producer Johnny Hostile at a festival in Paris and ended up inviting him to support us on our tour. Jehnny actually tagged along for some of the dates. Afterwards, he dropped me a line and asked me to mix the next Savages record ‘Adore Life’. Jehnny, Johnny and I built a real friendship in the process so it felt right to ask her to sing on my album. She has this really intense and unique voice and it ended up being really challenging, and fun, to take that voice out of the Savages’ universe and into mine.

Filmado no norte da Suécia por duas realizadores suecas, “River In Me” narra uma história de amor apocalíptica entre duas raparigas sob o céu cinzento do Inverno. Watch and dance.