Os ecos de Twin Peaks, a série de David Lynch que retoma no próximo dia 21 de Maio os mistérios e os pesadelos dos habitantes da pequena vila norte-americana depois da segunda série ter sido cancelada em 1991 pela ABC, estão claramente vincados nos exercícios visuais com que Johnny Jewel está a prensar as músicas do seu novo disco Windswept, que sai hoje, dia 10 de Maio pela sua Italians Do It Better.

“Insomnia” e “Stardust” sucedem agora a “Television Snow” e “Windswept”, o tema que assombra a lombada do disco. Depois dos anteriores vídeos terem já remetido para o imaginário de Twin Peaks e de Fire Walk With Me, os novo trabalhos realizados por Rene & Radka agora lançados não escondem a aproximação ao universo lynchiano e se em “Insomnia” os sentidos guiam automaticamente a memória para a icónica imagem do cadáver de Laura Palmer envolto em plásticos quando é retirada do rio já “Stardust” troca a bobine para um mundo paralelo onde Mulholland Drive é pintado a preto e branco. Mais dois temas que, sem a confirmação de algum deles ser uma das músicas escolhidas para dar ambiente à terceira temporada de Twin Peaks, apresenta todas as características elementares para tal. Soturnas, doentias, angustiantes e claustrofóbicas.

Lê também: O legado estético e sonoro de Twin Peaks nos novos vídeos de Johnny Jewel dos Chromatics

Windswept já está disponível para escuta aqui em baixo e é composto exclusivamente por originais de Jewel e de colaborações com os seus projectos paralelos Symmetry, Desire, HEAVEN, Glass Candy e Chromatics.

Bem vindos a Twin Peaks e a Windswept.