Já nada mais se espera de Julien Baker do que a alquimia sonora alinhavada a nostalgia que consegue fabricar de cada vez que se dá a uma nova canção. Algo que se aplica também, e em grande parte, ao percurso dos Manchester Orchestra, de todas aquelas vezes que decidem não puxar pelas cordas das guitarras.

Por isso, não serão muitos os que serão apanhados de surpresa com a transformação de um dos temas de Pedro The Lion numa tremenda sessão de melancolia. “Bad Things To Such Good People” é, na sua versão original, editada no álbum Winners Never Quit, de 2000, contornada por uma guitarra acústica ritmada, e que na voz de Julien e Andy Hull, vocalista dos Manchester Orchestra, se substitui por um translúcido e triste riff de guitarra numa atmosfera preenchida por teclados ambient.

A versão dos Manchester Orchestra com Julien Baker para ver em cima, enquanto o original de Pedro The Lion fica já aqui em baixo.