Temos música nova de Mark Lanegan na versão Band a abrir caminho até às linhas do éter de Phantom Radio, o novo disco que sai dentro de um mês na Heavenly Recordings. Este “Harvest Home” foi, à semelhança de todo o disco, composto no telemóvel de Lanegan, numa app chamada Funk Box, mas sem em nada pôr em causa a sensibilidade orgânica, crua e quente dos seus trabalhos habituais.

I didn’t bother to hook up my 909 and 808 this time, because the app had ’em. I’d write drum parts with it then add music with the synthesizer or the guitar.

Com tanto de krautrock – o mais recente amor de Lanegan – como de post-punk e das bandas que influenciaram os antigos Screaming Trees, Phantom Radio apresenta o músico americano de uma forma mais britânica quase a prestar tributo a esses heróis escondidos da sua adolescência, ou como ele mesmo disse a roubá-los:

That’s the music that was happening when I started making music. And although the Trees drew on Nuggets psychedelia, 13th Floor Elevators and Love, we were actually listening to Echo And The Bunnymen, Rain Parade, the Gun Club. A lot of British post-punk. We loved that stuff. I just waited until I was in my late forties before I started ripping it off.

Por aqui já se ouviu o disco e só nos deu vontade de por o Faith dos The Cure a tocar logo de seguida.

alec peterson sig