A cerca de dois meses do lançamento de Straight Songs Of Sorrow, Mark Lanegan aproxima o seu novo trabalho do olhar do público com o segundo tema do seu décimo-segundo álbum. Depois de ter mostrado em Fevereiro “Skeleton Key“, Lanegan coloca online “Bleed All Over”. Escura como sempre e como se quer do músico de Washington, num ponto intermédio entre as raízes orgânicas da sua música e o uso de sintetizadores recorrente nos últimos trabalhos.

Straight Songs Of Sorrow conta com uma série de convidados de luxo entre os quais Warren Ellis dos Bad Seeds, Greg Dulli dos Afghan Whigs e com quem Lanegan partilha os The Gutter Twins, John Paul Jones dos Led Zeppelin, Adrian Utley dos Portishead, Ed Harcourt e Jack Bates, filho de Peter Hook dos Joy Divison e New Order. Todos os temas pingaram da caneta de Mark com a excepção da escrita partilhada de “Burying Ground” e “Eden Lost And Found” compostas com a sua mulher Shelley Brien que canta também em “This Game Of Love”.

Existe também uma nova plataforma onde está reunida toda a obra de Mark Lanegan desde o inicio da carreira em 1984 até hoje, passando por todas as colaborações, e playlists do própio para diversos momentos específicos. Bobby Gillespie dos Primal Scream, Dylan Carlson aka Earth e Peter Hook e o seu filho fizeram já também listas das suas músicas favoritas do extenso e rico songbook de Lanegan. O site chama-se The Vault e podem bater à porta para entrar aqui.

Lanegan uniu-se também a Wesley Eisold dos Cold Cave num livro de poesia chamado Plague Poems. Todos os textos foram escritos entre Fevereiro e Março deste ano e pode ser já encomendado aqui, autografado pelos dois.

Além do disco, está para breve também a edição de Sing Backwards And Weep, autobiografia de Mark Lanegan, com data de edição programada para 28 de abril pela Da Capo. Straight Songs Of Sorrow sai a 08 de Maio, pela Heavenly Recordings

Lê também: Mark Lanegan lança biografia e novo disco e antecede tudo com a nova “Skeleton Key”