Eles bem que nos avisaram. Se acedermos ao site dos dinamarqueses Sune Rose Wagner e Sharin Foo dos The Raveonettes, podemos ler a seguinte escritura: “Every month throughout 2016 we’ll be dropping a freshly recorded track. Taking you on a ride, potentially schizophrenic & disjointed, potentially cohesive and related.” E, de facto, têm-no cumprido a cada última sexta-feira do mês.

Através da PledgeMusic, plataforma na qual a música vai directa aos fãs, o que permite unir artistas e seguidores em partilha de experiências em tempo real e sem restrições, já se pode encontrar à venda o CD e o vinil da playlist em configuração de anti-álbum de Rave-Sound-Of-The-Month e, aos poucos, os dois vão levantando o véu deste projecto anual. Um empreendimento que atrai curiosos e os torna mais consagrados entre os fãs já existentes.

A capa das doze músicas apenas será descodificada quando todas as faixas tiverem sido lançadas. Ainda assim, os mais apressados podem já reservar a compra da obra e terão acesso exclusivo a extras do duo, tais como teasers, samples e versões instrumentais. E porque os The Raveonettes são uns mãos largas, o álbum terá também duas faixas extra.

The Raveonettes

The Raveonettes

Actualmente, temos já à disposição sete vídeos, um para cada faixa e cada faixa para cada mês. O último que nos chegou foi “Where Are You Wild Horses”. Wagner diz-nos que é importante saber quando largar uma pessoa, um local ou uma emoção, sendo que, por vezes, permanecer é o pior que podemos fazer. As despedidas são sempre dolorosas, daí que surja a referência aos cavalos selvagens, na medida em que se espera que estes nos arrastem para longe.

Nas sete criações, que surgem quase como performances audiovisuais, recebemos batidas, vozes embrenhadas e guitarras em loop embriagado, e para além de toda a parte visual ser incrível com vídeos que remetem para os anos 60 e a própria letra cantada surgir em letras sobre o vídeo como se fosse karaoke, a tatuagem electrónica cria, assim, uma música bastante forte e estruturada, de enorme coesão entre todas as faixas.

Lembrando alguns toques de mestre dos The Knife, Fever Ray, iamamiwhoami, Beach House, Slowdive, Depeche Mode, Velvet Underground ou criando atmosferas que poderiam ser extraídas de composições de Moby, os The Raveonettes criam música desde 2000 e contam já com sete álbuns de estúdio e não conhecem fronteiras ou rótulos. A 9 de Setembro tocam no Reverence Valada, no Ribatejo. A não perder!

Vejam e ouçam aqui os vídeos concebidos para cada música com atenção. Temos sete para ir saboreando:

Playlist de Rave-Sound-Of-The-Month:

  1. The World Is Empty (Without You)
  2. Run Mascara Run
  3. Excuses
  4. Junko Ozawa
  5. Scout
  6. Won’t You Leave Me Alone
  7. Where Are You Wild Horses?