Já lá vão dez anos desde que o single “Soft Whiteout/Lump Sums” saía pela We Are Busy Bodies e largava a primeira bomba que se iriam tornar os ataques massivos de distorção dos METZ. Duas mãos cheias de anos depois e três álbuns de originais editados pela Sub Pop pelo meio, trazem-nos a banda canadiana até ao dia de hoje em que anunciam o futuro novo disco.

Automat, o quarto LP dos METZ que vê a luz do dia mais uma vez pela Sub-Pop, não é um novo colectivo de originais mas uma reunião de canções que reúne os três primeiros 7”, versões demo, temas exclusivos de edições limitadas de singles e outros tesouros noise. Para os que atacarem a versão especial em viníl há três covers especiais; “M.E.” de Gary Numan, “Pig” dos Sparklehorse e “”I’m a Bug” dos The Urinals.

O disco sai a 12 de Julho e o anúncio de Automat vem também com a garantia dada pela banda de Alex Edkins, Chris Slorach e Hayden Menzies que estão em estúdio a preparar o sucessor de Strange Peace, o derradeiro álbum (até agora) dos METZ, editado em 2017.

Sobre o single de avanço Alex conta que

“Pure Auto” is METZ at our most tongue in cheek. There are many winks and many nods (autonomy, me, me, me, me, me, for example) but ultimately it’s about being a control freak; fighting the urge to constantly steer the ship. Originally released as the B-side to the ‘Eraser’ 7″ it has never been played live, but for some reason still manages to be one of our collective favourites. It was written and recorded very quickly after completing the II album sessions and came out of a surge of creativity/excitement/relief following a particularly intense and time-consuming album.

Em baixo para ver o vídeo de “Pure Auto”, o artwork de Automat e o alinhamento.

Automat:

1. Soft Whiteout
2.  Lump Sums
3.  Dry Up
4.  Ripped on the Fence
5. Negative Space (7 inch version)
6. Automat
7.  Wet Blanket (Demo)
8.  Dirty Shirt
9. Leave Me Out
10. Can’t Understand
11. Pure Auto
12. Eraser

METZ - Automat

METZ – Automat