Já se conhecia desde Maio a nova aventura do homem das mil vozes e dos ainda mais que mil projectos. Mike Patton une-se desta feita, ao músico francês Jean-Claude Vannier – músico que colaborou frequentementente com Serge Gainsbourg -, em Corpse Flower. Do que é conhecido até agora este será um disco de canções com um forte cunho da chanson française traduzida pela bipolaridade criativa e sem fronteiras de Patton.

E o que foi dado a conhecer até agora foi “On The Top Of The World” aquando do anúncio do ábum e este “Chansons D’Amour”. Este segundo single vem sublinhar a tendência francófona da sonoridade do primeiro trabalho em conjunto dos dois. “Chansons D’Amour” não engana e é uma canção de amor com tanto de reminiscente da obra de Leonard Cohen como com da diabolização com que o músico dos Faith No More tem cunhado a sua carreira.

O novo tema vem acompanhado de um vídeo realizado por Eric Livingston. Ritualistico, marginal, depressivo mas em tudo belo, o acompanhamento visual para “Chansons D’Amour” traduz de forma simples e cinematográfica a explicação que Vannier dá ao tema.

When I was a little boy, love songs terrified me, with their stupid Ophelias, faded flowers of melodramatics singers, quavering vocalises of another time, barbaric rituals, screams of impatient sexes, furious and bloody refrains, like in this beautiful and poisonous video. Afterwards, I lived some love stories and it was even worse, all a bazaar puppet show that moved me despite myself, took me hostage and blames me for these crimes that I did not commit

Corpse Flower sai a 13 de Setembro pela Ipecac Records.