Os Cloud Nothings tinham já dado no mês passado a dica para estarem atentos que vinha aí rock n’roll daquele feroz, roliço e implacável. E não é que cumpriram mesmo? Ainda que melódico, “Modern Act” conserva a temperatura resoluta e impetuosa das belas doses de punk rock que os norte-americanos costumam injectar no seus temas. E porque uma bela notícia nunca deveria vir só, para além de tema novo, há também disco no horizonte. Relativamente ao próximo longa-duração, o vocalista Dylan Baldi explicou em comunicado que,

Generally, it seems like my work has been about finding my place in the world. But there was a point in which I realized that you can be missing something important in your life, a part you didn’t realize you were missing until it’s there — hence the title. This record is like my version of new age music. It’s supposed to be inspiring.

“Modern Act” é o tema de avanço para Life Without Sound, o novo disco que disparará a 27 de Janeiro do próximo ano pela Carpark nos States e pela Wichita Recordings no Reino Unido e que dá continuidade aos anteriores Here And Nowhere Else de 2014 e a No Life For Me, que editaram no ano seguinte em colaboração com os Wavves. Porque a vida é uma chatice sem som e, dizemos nós, sem o som dos Cloud Nothings.