Jordan Lee terá, muito provavelmente, uma das abordagens à folk mais particulares dos actuais escritores de contos musicados em território norte-americano. Enquanto Mutual Benefit, o veículo corpóreo onde nascem as suas canções encontra-se plenamente inscrito no cancioneiro do país e na zona rural do Ohio que o viu nascer e crescer, mas com levitações extra-corporais subtis através da placidez da música tradicional de terras do oriente, e com incursões nada discretas a uma estética sonora que deve tanto a uma realidade campestre britânica – como se Nick Drake musicasse o clássico de Kenneth Grahame, Wind In The Willows -, como a uma realidade transdimensional feérica onde não é de todo necessária uma grande capacidade de concentração para escutar os animais a comentar entre si.

A caminho do seu terceiro álbum em formato físico, Thunder Follows The Light, – antes de Love’s Crushing Diamond, o disco de 2013, todos os lançamentos foram apenas digitais -, Lee não se afasta um floco de dente-de-leão daquilo que tem sido até agora a sua evolução enquanto compositor, refinando a uma exponenciação máxima a delicadeza, inocência e fantasia com que escreve sobre a realidade (a sua, a pessoal) e a forma como o mundo vai acontecendo ao seu redor.

O novo disco é desde já introduzido através de um par de canções escolhidas que provam, claramente, que tanto quando olha para dentro, olha para fora de si. Jordan vai criando quase em surdina e sem grande alarido em seu redor um historial de canções que se aconchegam no mesmo ninho de beleza e transcendência em que Sufjan Stevens, Fink, Andrew Bird ou Sam Beam e os seus Iron & Wine chocam as suas criações.

“Storm Cellar Heart” e “New History” são os dois temas que abrem o caminho à sucessão de Skip A Sinking Stone, de 2016. Enquanto na primeira Jordan Lee reflecte, olhando (literalmente) uma tempestade na sua terra natal, sobre a necessidade de encontrar refúgio no silêncio e encontrar o tempo de e para parar, na segunda pensa nos erros cometidos através da História e em como é essencial reescrever a forma como ela é contada e ensinada.

É entre a capacidade e a necessidade de ambas as reflexões que Jordan explica o novo disco de Mutual Benefit.

While I was writing the record, everywhere I looked, I saw massive societal strain on both people and the environment, and began to wonder if this is the lightning before some thunderous change. If we are living in that in-between time. (…) I became transfixed by the time in between the lightning and thunder. The silence thick with inevitability.

Thunder Follows The Light tem data de lançamento para 21 de Setembro via Transgressive Records. Em baixo para ouvir tanto as versões de estúdio como ao vivo numa sessão.

Thunder Follows The Light
01. Written In Lightning
02. New History
3. Storm Cellar Heart
4. Shedding Skin
5. Come To Pass
6. Waves, Breaking
7. No Dominion
8. Mountains Shadow
9. Nightingale Sing
10. Thunder Follows

Mutual Benefit - Thunder Follows the Light

Mutual Benefit – Thunder Follows the Light