Os Mysteries são exactamente aquilo que anunciam. Há uns meses, a Felte recebia uma demo anónima acompanhada por uma foto de três figuras; rostos cobertos como se fossem um grupo de druidas futuristas. Ainda hoje a editora não sabe a origem da banda ou quem são os seus elementos.

Há a ideia que a banda prefere que o público se mantenha apenas focado na música e não em que eles são ou de onde vêm, e que se criem ideias pré-concebidas antes de se ouvir uma única nota. O título do álbum, New Age Music is Here, pode ser interpretado como uma tirada sarcástica aos novos hábitos de escuta deturpados por todo o ruído exterior, mas também como um convite a uma escuta virgem deste universo tão pessoal da banda.

Uma coisa fica certa: brilha na sua pop expressiva e exótica, construída essencialmente em redor das batidas e da voz em vez dos habituais teclados ou das linhas de guitarra. Desafiam-se as comparações, já que estamos frente a frente com um som com o qual não temos ouvido nada muito parecido.

A banda prepara o lançamento do seu primeiro disco para 28 de Outubro deste ano pela Felte Records, editora da cidade dos anjos que conta no seu catálogo nomes como os Soviet Soviet ou os White Ex. Como introdução aos mistérios, fica este “Deckard”.

alec peterson sig