E chegou o dia. O dia em que Cave abre a sua caixa de Pandora e permite entrar na devastação emocional de Skeleton Tree, o 16º disco de Nick Cave & The Bad Seeds. Mais que abrir a caixa, empurra o mundo lá para dentro com a honestidade brutal e crua que só sentimentos de perda e de absoluta impotência humana podem contemplar com esta violência.

Ontem à noite a sessão de visionamento espalhada pelo mundo de One More Time With Feeling – como se eles tivessem algures no tempo largado as palavras de Cave e das instrumentações dos Seeds -, revelou em primeira mão, em primeira visão, todo o disco. Um documento cru, um retrato da união de uma família tocada pela mão da morte, de uma banda que é também uma família de sempre, um olhar dualista para um estúdio onde se trabalha para esquecer, para ultrapassar as vontades divinas. Um filme a preto e branco que ganha cor apenas na penúltima música – “Distant Sky” -, com a voz da soprano dinamarquesa Else Torp, como que mostrando que ainda há alguma luz e o caminho pode conter esperança… nem que seja num reencontro.

O que seria uma ontem uma sessão única para Once More With Feeling vê-se agora estendida a mais três dias. Hoje, amanhã e depois mas apenas em algumas salas. Aqui estão as nossas. Hoje o dia nasce com o vídeo de “I Need You”, uma das canções mais acessíveis do disco.