A relação de proximidade entre os universos peculiares de Trent Reznor e de David Lynch remonta já a 1997 e ao primeiro resultado final de um encontro criativo chamado Lost Highway. A banda sonora do filme de Lynch foi dirigida e assinada pelos Nine Inch Nails e constituiu o primeiro passo numa relação continuada em 2013 com o realizador norte-americano a tomar as rédeas bizarras e estroboscópicas de “Came Back Haunted”, um dos singles de Hesitation Marks de 2013. Quatro anos depois, as duas entidades tornam a encontrar-se sem surpresa num dos locais mais estranhos que o mapa de 2017 vai guardar, o The Bang Bang Bar em Twin Peaks.

Fugindo à regra das actuações no final dos episódios – regra já quebrada anteriormente pelos Trouble de Alex Zhang Hungtai, ex-Dirty Beaches -, os Nine Inch Nails assombram logo no início do episódio 8 o palco do roadhouse da mítica cidade ficcional de Lynch, por onde já passaram anteriormente também, e entre outros Sharon Van Etten e as Au Revoir Simone.

Lê também: Por entre as névoas de Twin Peaks sobreassaem as “Shadows” dos Chromatics em novo vídeo

Os Nine Inch Nails surgem no mais aterrador, negro e sinistro episódio da série até agora. A escolha da música recai sobre “She’s Gone Away” – será Laura Palmer? – do último EP da banda lançado em 2016, Not The Actual Events. A formação da banda que foi até Twin Peaks traz novidades, e encontramos Mariqueen Maandig, mulher de Reznor e sua companheira nos How to Destroy Angels, além de Joey Castillo, ex-Queens Of The Stone Age na bateria.

Ladies & Gentleman, the roadhouse is proud to welcome The Nine Inch Nails