Nada melhor que apanhar uma boleia de uma banda para mostrar um par de músicas novas, certo? Nada melhor que apanhar uma boleia de uma tour gigantesca de uma banda gigantesca para dizer que temos um disco novo prestes a chegar, certo? Certo, mesmo quando somos um dos maiores escritores de canções pop dos últimos 25 anos. Noel Gallagher está neste momento em São Paulo para quatro datas como banda de suporte dos U2 durante a passagem dos irlandeses pela América do Sul numa digressão que passou já pela Colômbia, Argentina e Chile e que reservou o Estádio do Morumbi entre quinta e segunda-feira.

Com o novo disco Who Built The Moon programado para chegar no dia 24 de novembro pela editora de Noel – a Sour Mash -, Gallagher aproveitou para beber uma cervejas na televisão brasileira com Danilo Gentili no mesmo programa onde apenas há meros dias tinha passado Julian Casablancas e os The Voidz. O Man City, o novo disco, os atentados de Manchester e, ora pois claro, o seu irmão Liam não podiam falhar numa conversa de caneca na mão e com um carrinho de cerveja decorado com as camisolas do Manchester City para fazer Noel sentir-se em casa… ou melhor, num british pub ao pé de casa.

Noel Gallagher’s High Flying Birds tocaram o novo single “Holy Mountain” e recuaram até 2011 e ao disco de estreia, Noel Gallagher’s High Flying Birds, através de “AKA… What A Life”. A entrevista e as duas canções ao vivo – ou nem tanto porque foi em playback -, em estúdio no The Noite com Danilo Gentili em baixo.