Talvez o mundo precise de mais artistas excêntricos, especialmente quando estes dançam como se estivessem nos Zita Swoon e cantam como Cohen. A figura do artista excêntrico está em desuso, mas a descrição de Warhaus parece delinear Maarten Devoldere, líder da banda, como pertencendo a essa estirpe de cantores, algo que lhe assenta bem, dadas as comparações da crítica com cantores como Leonard Cohen, Tom Waits ou Serge Gainsbourg.

Os Warhaus anunciaram disco novo com lançamento previsto para este Outono. O sucessor de We Fucked A Flame Into Being, de 2016, terá título homónimo e vem etiquetado como um trabalho mais espontâneo que o seu antecessor. O belga terá escrito uma parte das canções durante a tournée do primeiro disco, sendo que a outra parte terá sido concebida num retiro no Quirguistão (acompanhado apenas por um pastor). “Mad World”, o novo tema e vídeo do alter ego de Devoldere, é uma experiência, se lhe podemos chamar assim, que junta duas realidades distintas, mas o resultado é, no mínimo, dúbio.
O vídeo foi filmado num só plano contínuo em Maiorca, e coloca o excêntrico Maarten Devoldere, líder da banda, ao lado da população civil que sai à noite nas estâncias balneares do sul da Europa. Pessoas em vários estados de embriaguez aproximam-se, fazem caretas e encetam danças com o próprio Devoldere; no final, a excentricidade afigura-se como sendo medida apenas em termos relativos, como se só fosse possível avaliar personalidades mediante o contexto em que se encontram.  Parece ser esse o “mundo louco” a que a canção se refere, mas não é completamente perceptível se a ideia que subjaz ao vídeo é alcançada ou completamente falhada.
Em todo o caso, se o novo disco dos Warhaus preenche a necessidade de excentricidade está por comprovar: o disco sai no dia 13 de Outubro, pela Play It Again Sam, e a lista completa de canções pode ser conferida já aqui em baixo. Devoldere é o segundo membro dos Balthazar com uma carreira a solo paralela à da sua banda principal; J. Bernardt, o alter ego de Jinte Deprez e com quem partilha os vocais (a banda tem dois vocalistas), tinha já em março passado revelado alguns temas do seu projecto individual que, longe dos ambientes de Warhaus, se situa algures entre um Father John Misty e um Chet Faker.

Warhaus
01. Mad World
02. Love’s A Stranger
03. Well Well
04. Control
05. Dangerous
06. Bang Bang
07. Everybody
08. No Such High
09. Kreusch
10. Fall In Love With Me

About The Author

Doutorado pelo Programa em Teoria da Literatura da Faculdade de Letras, com a tese 'For a Lark: The Poetry of Songs', na qual explora as relações entre a música popular e a poesia. É actualmente director da revista Forma de Vida.

Related Posts