Captados pelo som do amor e com um amplo repertório de canções nostálgicas e singelas, a banda paulistana Garotas Suecas já faz barulho na cena musical brasileira e internacional há um bom tempo. Formados em 2005 na cidade de São Paulo, eles já acumulam passagens por festivais de renome como o South by Southwest (SXSW) em Austin – tendo sido eleitos inclusive pela SPIN Magazine como um dos 20 shows imperdíveis no SXSW de 2009 -, e o Primavera Sound em Barcelona, entre outros tantos. Um banquete para quem ama música brasileira, sobretudo o apogeu psicadélico dos anos 60 trazidos por Os Mutantes, a fúria artística de Tom Zé e o som cheio de ousadia trazido por Caetano Veloso, o grupo tem hoje uma maior bagagem e experiência depois de ter trabalhado com renomados produtores em seu tempo de vida. Retornando com nova formação – Tomaz Paoliello nas guitarras, Fernando Perdido nos baixos, Irina Bertolucci nos teclados e Nico Paoliello nas baterias -, os Garotas mantêm a sua essência soul-psicodélica-rock cheia de inovativas composições.

Prestes a lançar o seu terceiro álbum de nome de Futuro do Pretérito, os Garotas Suecas divulgaram agora a romântica “Captei Você”. Na faixa, com ecos de uma balada pop rock dos anos 60, ouvimos a voz de Irina a contar como duas pessoas se identificaram ao ouvir uma canção. A composição é de Tomaz Paoliello, que em entrevista ao site Popload confessa que as letras foram inspiradas em seu próprio relacionamento, e que a canção fala sobre “um tipo de paixão que se faz pela coincidência do gosto musical”. As referências vêm de canções que se ouviam nos anos 90 a tocar pelas ondas do rádio. O tema já havia sido apresentado ao público em apresentações realizadas no primeiro semestre do ano em São Paulo, junto de outras canções do próximo disco.

A cena musical de rock alternativo no Brasil tem em bandas como os Garotas Suecas um dos maiores reflexos da visibilidade de um trabalho transmitido por músicos com claro domínio de criação e que bebem das origens do zénite do rock brasileiro pulsante de décadas atrás, como podemos ouvir em um dos seus maiores hitsCodinome Dinamite” de 2009 que transforma simples letras em ritmos dançantes e coloridos.

Em Maio, a banda já havia lançado o primeiro single de Futuro do Pretérito, a sinuosa e politíca “Objeto Opaco”. O disco será lançado no dia 23 de Outubro pelo selo Freak. O último trabalho da banda foi o contagiante EP Mal Educado, de 2015.