Achava Michael Stipe que o fim do mundo como o conhecemos estava mesmo ao virar da esquina em 1987 e, passados quase 30 anos, isto ainda anda tudo por aqui. Disco após disco, canção após canção, o mundo gira e avança. Não se entende bem para onde, mas ele lá continua a girar. Quem também está bem crente que algo está para acontecer a um nível apocalíptico é Gemma Arterton, a actriz que dá corpo a “Kerala”, o novo vídeo dos Bonobo.

Um meteorito que atravessa os céus e o pânico que se instala? A fuga incompreendida de uma mulher e a cegueira generalizada? Um edifício que se incendeia e um homem que levita? Uma massa humana que geometricamente se acomoda ao novo mundo? Tudo ingredientes de mistério e sci-fi subtil dignos de um episódio de uma série televisiva ou de um filme futurista. Melancholia de Von Trier ou Heroes de Tim Kring podem vir à lembrança sem chocar ninguém.

Mas vamos ao que interessa e ao que realmente simboliza o novo vídeo de Bonobo. E o que é? É que o novo disco do músico e produtor britânico se apresta a atravessar os céus do planeta e aterrar entre nós na alvorada do novo ano. A data de 13 de Janeiro é a escolhida por Simon Green e pela Ninja Tune para a edição de Migration, o sexto longa-duração e o novo de originais de BonoboO novo disco conta com algumas colaborações de luxo: Chet Faker – agora conhecido apenas como Nick Murphy -,  Rhye, Nicole Miglis dos Hundred Waters e o colectivo marroquino Innov Gnaw.

O título não deixa margem para grandes dúvidas e o tema da emigração/migração/desaparecimento de fronteiras e o ser/pertencer é o objecto de análise tanto pessoal e emocional como sociológica por parte do inglês sediado em Los Angeles. A morte, tantas vezes ela, a dar frutos analíticos e criativos. Desta vez a morte de um familiar próximo de Green:

My Family and I are all disbanded and spread to far corners of the earth. In the end we did the funeral in Brighton. My own personal idea of identity, where I am from, and what home is, has played into this record and its migratory themes. Is home where you are or where you are from, when you move around?”

Em baixo fica o alinhamento de Migration, o trailer de apresentação do disco e o vídeo realizado por Bison.

Migration:

01. Migration
02. Break Apart [ft. Rhye]
03. Outlier
04. Grains
05. Second Sun
06. Surface [ft. Nicole Miglis]
07. Bambro Koyo Ganda [ft. Innov Gnawa]
08. Kerala
09. Ontario
10. No Reason [ft. Nick Murphy]
11. 7th Sevens
12. Figures

Migration 13.01.17 Bonobomusic.com

Um vídeo publicado por Bonobo (@si_bonobo) a