Com uma abordagem muito particular sobre a música electrónica – o que inclui o uso de alguns instrumentos nem tão convencionais ao género como o sagrado trio baixo-guitarra-bateria e outros que fogem a qualquer tipo de categorização (brinquedos e até sincronizadores de filmes 35mm) -, o quarteto mezzo americano mezzo canadiano Holy Fuck baseado em Toronto segue entortando o óbvio com os seus experimentos que fundem ousadamente o orgânico e o sintético a despeito do grupo dispensar formalmente o uso de computadores nas suas composições.

Com quatro álbuns lançados – o mais recente é o elogiado Congrats do ano passado -, e vários singles no currículo, a banda prepara-se para lançar um novo EP de nome Bird Brains pelo selo californiano Innovative Leisure, um EP gravado no esquema ao vivo do “1-2-3-4, valendo!”. A faixa título foi divulgada através de um curioso vídeo que traz a banda animando uma festa que “…explora a ideia da histeria em massa”, segundo a realizadora Allison Johnston.

Investindo no lado mais cerebral da dance music numa canção que poderia ser definida como uma fusão improvável entre os pioneiros Silver Apples e os injustiçados Add N To (X), “Bird Brains” pode não soar familiar ao ouvinte médio numa primeira audição, mas leva pouco tempo para entranhar essa estranheza que viaja do cérebro para os pés. Bird Brains conta com quatro temas gravados ao vivo ao longo dos anos e a primeira mostra encontra-se já aqui em baixo.